Economista cubano defende mudanças na economia

O governo cubano deveria avaliar formas de transferir mais responsabilidades econômicas para as mãos de produtores privados, a exemplo do que fez o presidente Raúl Castro com a agricultura, disse o principal comentarista econômico do país.

Em sua aparição habitual na TV, Ariel Terrero sugeriu que setores como os serviços alimentícios e o varejo teriam um desempenho melhor se fossem geridos de outra maneira.

“Na economia cubana, há necessidade de buscar fórmulas mais dinâmicas, mais inteligentes, de entender a propriedade, de administrar um negócio, de administrar uma cafeteria”, disse ele.

Terrero citou reformas agrícolas, que incluem a descentralização do processo decisório, maior ênfase nas cooperativas e fazendas e a cessão de terras a cerca de 80 mil pessoas.

“O arrendamento de terras estatais, que afinal é colocar a propriedade estatal nas mãos dos produtores, poderia ser aplicada a outros setores, por exemplo nos serviços alimentícios, no comércio varejista e outras áreas onde é realmente impossível, diante da diversidade e escopo, que o Estado administre diretamente”, disse.

Terrero disse que grandes operações concentradas, como usinas de níquel, fábricas de açúcar, hotéis e redes elétricas, não funcionam sob os mesmos moldes que uma oficina de consertos ou uma cafeteria.

“Acho que essa diversidade exige um novo pensamento sobre os conceitos e a maneira de entender a propriedade na economia cubana”, afirmou.

Com agências

 

Sobre Osvaldo Bertolino

Jornalista, natural de Maringá — Noroeste do Paraná.
Esse post foi publicado em Cuba e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s