Zelaya quer que EUA e a América Latina enfrentem fascistas

O presidente de Honduras, Manuel Zelaya, pediu que os EUA enfrentem “com força” a ditadura imposta pela fascista Roberto Micheletti em seu país.

De acordo com informações da agência argentina Telam, Zelaya disse que quer saber a real posição de Washington sobre o governo golpista intalado em Honduras.

“Que a secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton enfrente a ditadura com força para falar bem do presidente Obama. Que a Casa Branca deixe de evitar o tema da ditadura, que a enfrente com força para saber realmente qual é a posição dos EUA em relação a este golpe de Estado”, discursou Zelaya, usando um magafone, no município nicaragüense de Ocotal, a 25 km da fronteira com Honduras.

Zelaya também pediu que os governos latino-americanos condenem a “ditadura de Micheletti”.

“As relações internacionais e diplomáticas foram desafiadas por esta ditadura que se instalou em Honduras. Esperamos que a América Latina, de forma conjunta, que os presidentes que não querem levar golpes de Estado, condenem este golpe e nos ajudem a tirar os ditadores para que volte a paz”, argumentou.

O regime golpista recrudesceu sua política repressiva e estendeu por 54 horas o toque de recolher na fronteira do país.

De acordo com a agência venezuelana Bolivariana, o objetivo dos fascistas é conter as manifestações a favor do presidente.

Com isso, a área de fronteira terá que cumprir mais dois dias de toque de recolher.

Com agências

 

Sobre Osvaldo Bertolino

Jornalista, natural de Maringá — Noroeste do Paraná.
Esse post foi publicado em América Latina, Estados Unidos e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s