País tem déficit de US$ 7,074 bi em conta corrente no 1º semestre

O déficit em conta corrente foi de US$ 535 milhões em junho e acumulou US$ 7,074 bilhões no primeiro semestre, segundo dados divulgados nesta segunda-feira pelo Banco Central (BC). A conta corrente do país registra as compras e vendas de mercadorias e serviços do Brasil com o exterior. Os valores registrados neste ano estão bem menores do que os do mesmo período de 2008.

Em junho do ano passado, o déficit em conta corrente foi de US$ 2,781 bilhões e no primeiro semestre de US$ 16,871 bilhões. Entre os itens da conta corrente está a balança comercial, que registra as exportações e importações. No mês passado, o superávit comercial (resultado positivo de exportações menos importações) foi de US$ 4,624 bilhões, contra US$ 2,729 bilhões do mesmo período do ano passado. No primeiro semestre, o superávit comercial foi de US$ 13,997 bilhões, contra US$ 11,302 bilhões de janeiro a junho de 2008.

No caso das rendas (remessas de lucros e dividendos e pagamentos de juros) e serviços (viagens internacionais, fretes, seguros, etc) o déficit foi de US$ 5,424 bilhões em junho e de US$ 22,646 bilhões no primeiro semestre, contra US$ 5,829 bilhões e US$ 30,059 bilhões registrados nos mesmos períodos do ano passado.

As remessas de lucros e dividendos, enviadas a empresas estrangeiras que investem no Brasil, chegaram a US$ 3,028 bilhões e a US$ 10,859 bilhões no primeiro semestre, valores menores do que os registrados no mesmo período de 2008: US$ 3,396 bilhões e US$ 18,993 bilhões, respectivamente.

No caso de viagens internacionais (que registra a receitas de estrangeiros no país e as despesas de brasileiros no exterior) foi registrado déficit de US$ 584 milhões em junho e de US$ 1,887 bilhão no semestre, contra os resultados também negativos dos mesmos períodos do ano passado de US$ 621 milhões e US$ 2,635 bilhões, respectivamente.

Investimento estrangeiro

As transferências unilaterais (registros de transferências de bens e serviços, doações recebidas ou enviadas sem contrapartida) chegaram a US$ 265 milhões no mês passado e a US$ 1,575 bilhão no primeiro semestre. Em junho de 2008, essas transferências foram de US$ 319 milhões e no seis primeiros meses do ano passado em US$ 1,886 bilhão.

Além da conta corrente, os dados do balanço de pagamentos (registro de todas as transações comerciais e financeiras do Brasil com o exterior) divulgados pelo BC também registram a conta capital e financeira (empréstimos e investimentos). Quando o país tem déficit em conta corrente, precisa cobrir o resultado negativo com empréstimo ou receber investimentos do exterior.

O investimento estrangeiro no setor produtivo, o chamado de investimento estrangeiro direto, somou US$ 1,450 bilhão no mês passado e de janeiro a junho US$ 12,648 bilhões. Em junho de 2008, esse investimento foi maior: US$ 2,726 bilhões. No primeiro semestre de 2008, o valor foi de US$ 16,710 bilhões.

Com informações da Agência Brasil

 

Sobre Osvaldo Bertolino

Jornalista, natural de Maringá — Noroeste do Paraná.
Esse post foi publicado em Crise financeira, economia e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s