Campanha nacional vai alertar que brasileiros precisam recadastrar arma de fogo

Será lançada na segunda-feira, dia 27 de julho, a “Campanha Nacional de Recadastramento de Armas”, na sede da Polícia Federal em Brasília.

O ato contará com a presença do diretor de Combate ao Crime Organizado, delegado Roberto Troncon, e de Salésio Nuhs, representando os organizadores da campanha — Aniam (Associação Nacional da Indústria de Armas e Munições), com apoio da “Movimento Viva Brasil”, ONG engajada na defesa dos direitos civis e da Polícia Federal.

A campanha será veiculada em rede nacional de rádio e TV, e tem por finalidade comunicar que o recadastramento.

A lei 10.826/03 determina que todo cidadão que possua arma de fogo deve fazer o recadastramento.

O prazo final é dia 31/12/2009. 

Este prazo não será mais prorrogado e não recadastrar implica  crime de posse ilegal de arma, e pode tornar um cidadão em um criminoso.

Armas sem registros, como as recebidas em doação ou por herança, também devem ser recadastradas.

O recadastramento é simples, sem custo, e pode ser feito nos mais de 1.000 postos de recadastramento instalados dentro das lojas especializadas do setor em todo país e identificados pela logomarca da campanha.

O cidadão poderá contar com a ajuda de uma equipe qualificada e treinada para tirar dúvidas e ajudar durante o recadastramento.

Será uma prestação de serviço voluntário para facilitar a vida dos cidadãos.

Recadastrar é a única forma legal de manter o direito das pessoas de terem armas, garantido pela lei 10.826 de 2003 e confirmado no referendo popular de 2005, no qual  mais de 60 milhões de brasileiros votaram a favor deste direito.

A campanha também estará presente em várias feiras e eventos regionais, prestando o serviço de recadastramento.

O recadastramento também pode ser pelo site http://www.recadastramento.org.br ou pelo site da Polícia Federal http://www.dpf.gov.br .

Para recadastrar em um posto autorizado ou mesmo pela Internet, leve o RG, CPF e os dados de sua arma, inclusive o registro antigo, se o tiver.

Atenção: Não leva a arma, só tem direito de andar armado quem possui porte de arma.

Feito o preenchimento da declaração de recadastramento, as cópias autenticadas dos documentos deverão ser enviadas pelos Correios ou entregues pessoalmente na unidade mais próxima da Polícia Federal de sua região.

Após fazer o recadastramento on-line o proprietário da arma tem 90 dias para enviar a documentação. A lista dos postos da Polícia Federal está disponível também no site

http://www.recadastramento.org.br.

A relação de documentos autenticados a serem enviados é:

Cópia do RG, CPF, comprovante de residência, registro atual (se o tiver) e uma via do registro provisório (obtido automaticamente depois que a pessoa fizer o recadastramento pelo site).

Para armas sem registro é necessário também enviar uma declaração, feita de próprio punho, informando a propriedade e origem lícita (o modelo da declaração também está no site do recadastramento http://www.recadastramento.org.br )

Sobre Osvaldo Bertolino

Jornalista, natural de Maringá — Noroeste do Paraná.
Esse post foi publicado em Variedades e marcado , , . Guardar link permanente.

18 respostas para Campanha nacional vai alertar que brasileiros precisam recadastrar arma de fogo

  1. o recadastramento de arma de fogo feito em dezembro de 2009 ja esta liberado para ser retirado no dpf?

  2. Mundo selvagem
    Musica e letra do poeta
    Raimundo Nonato da Silva

    Estamos vivendo
    No mundo selvagem
    Onde pouca gente
    Conhece o amor
    Vejo a juventude
    Que consomem drogas
    Sendo destruída
    No leito da dor
    E neste cominho
    De ida sem volta
    Alguém se revolta
    Já tarde de mais
    E diz minha vida
    É um triste de lema
    São as conseqüências
    Que a droga traz

    Hoje tudo é normal
    Namoro é um fica
    Se o pai aconselha
    O filho é careta
    Trafico de criança
    Prostituição
    Já virou comercio
    No nosso planeta
    A mãe que aborta
    E a medico assassino
    Mata o menino
    Antes de nascer
    Ela arisca a vida
    Tirando uma vida
    E quem Deus deu vida
    Não pôde viver

    O efeito estufa
    Que não diminui
    Você que polui
    O meio ambiente
    Com aquecimento
    Que já é global
    Ti fizeste o mal
    Pra si e pra gente
    A gripe suína
    Crise mundial
    A terra geral
    Perdeu o domínio
    E o homem que diz
    Ser racional
    Parece animal
    Sem raciocínio

    Sodomia estupro
    E pedofilia
    Assalto e seqüestro
    Neste mundo cão
    O sexo é feito
    Ai ao ar livre
    Cadê a vergonha
    Falta educação
    Ouvir palavrão
    Ver pornografia
    E a baixaria
    Levando vantagem
    Com crime ganhando
    E a paz perdendo
    Estamos vivendo
    No mundo selvagem

    Precisa as pessoas
    Se conscientizarem
    A deixarem o erro
    E fazerem o certo
    Abrirem seus olhos
    Vigiarem mais
    Enxergarem a vida
    De longe e de perto
    Quando muita gente
    Cair na real
    E buscar o amor
    De Deus que é maior
    Talvez finde a dor
    Crime e violência
    E a gente viva
    No mundo melhor

  3. O amor
    Autor poeta
    Raimundo Nonato da Silva

    A paixão é o caminho
    Para casa do amor
    Na entrada do jardim
    Caminha o cheiro da flor
    E depois que o homem adormece
    Todo ele é sonhador

    O amor é uma coisa
    Que só Deus sabe explicar
    Faz branco gostar de negro
    E pobre com rico casar
    Ninguém tem nada com isso
    Coisa bonita é amar

    O amor é deste jeito
    Tira toda confusão
    Faz uma mulher baixinha
    Gostar de um homenzarrão
    Como é bonito o amor
    Ninguém der opinião

    Não precisa de beleza
    Dinheiro e grande valor
    A mulher pode ser linda
    Bonita como uma flor
    Se o homem não gostar dela
    Não quer nem lhe dar amor

    Eu admiro o amor
    Por isso é que me comovo
    Faz velho gostar de nova
    Idosa gostar de novo
    Se Deus fez o amor livre
    Vamos respeitar meu povo

    Da mesma forma do homem
    Pois é a mulher também
    Se ela não gostar dele
    Não ver beleza se tem
    Que vaidade não faz
    Ninguém gostar de ninguém

    Amor só se torna feio
    Se tiver esta questão
    De um macho com outro macho
    Sapatão com sapatão
    Por que Deus não abençoa
    Este tipo de união

    Vovô um dia falou
    Eu disse vô acredito
    Que às vezes a mulher deixa
    Um homem branco e bonito
    Para se casar com um negro
    Que é vê são Benedito

    O amor é tão finíssimo
    Que tem a mais alta linha
    Faz o rapaz fraco e magro
    Gosta da mulher gordinha
    Se zangue quem achar ruim
    A opinião é minha

    Amor faz mulher gostar
    De careca ou cabeludo
    Sobre assunto de amor
    Eu aprendo e dou estudo
    Não sei de todas as coisas
    Mais sei um pouco de tudo

    Só o amor é bonito
    Deve ser muito aplaudido
    Se tiver felicidade
    Entre mulher e marido
    Mas, se um trair o outro.
    O amor ta destruído

    Que já tem uma mulher
    De outra não precisa não
    Quem ama alguém de verdade
    Já mais fará traição
    Vamos plantar o amor
    Para colher união

    Coisa bonita que acho
    É um casal ajustado
    Ela ama muito a ele
    Ele por ela é amado
    Se um não trair o outro
    Nem um morre separado

    Se o homem fosse pra ter
    Na vida mais de uma paixão
    Pois mais de uma mulher
    Deus tinha dado a Adão
    Mas, deus só lhe deu só uma.
    Já é de mais meu irmão

    A mulher é uma rosa
    Para enfeitar o jardim
    Se não fosse Deus e ela
    Este mundo era ruim
    Se um dia acabar mulher
    Peso a Deus que me der fim

    A mulher me caricia
    E Deus é quem me sustenta
    Ela sabe dar carinho
    Seu amor me alimenta
    Se eu puder beijo ela
    Até entortar a venta

    Mulher pra me é princesa
    Rainha e estrela bela
    Esta jóia preciosa
    Só quem tem coração zela
    Quem tem uma e quer ter outra
    Não ta respeitando ela

    Acho o mundo amargo e azedo
    Mesmo sem chupar limão
    A saudade é amargosa
    Azeda é a solidão
    Uma amarga e outra azeda
    O sabor do coração

    Quem estar desencontrado
    Só pensa em se encontrar
    Quem perdeu vai à procura
    Quem busca é que quer achar
    E só desiste da busca
    Quem cansa de procurar

    Distancia ausência e saudade
    Deixa o meu peito doente
    Mas, apalavra saudade.
    Nem todo mundo não sente
    O desejo de estar perto
    De quem estar longe da gente

    Ò mundo maldoso e triste
    Às vezes foco pensando
    Falo de me pra me mesmo
    Pergunto e vou respostado
    Porque é que um sorri
    Quando tem outro chorando

    Tem pessoas que sorrir
    Porque não sabe chorar
    Como têm outros que choram
    Porque não sabe cantar
    Têm outros que vivem tristes
    Sem nem um sorriso dar

    Amor

    Amor tem fama a granel
    Por ser campeão do pódio
    Amor é santo e fiel
    Amor não conhece ódio

    Dói mais que a dor da morte
    A dor que tem o amor
    A dor do amor é forte
    Mais vale a pena esta dor

    O amor deseja o bem
    Mesmo sem saber aquém
    O amor aprende amar

    Amor nunca fica a esmo
    Ame o próximo e a si mesmo
    Que amor se tem é pradar

  4. Desperta Brasil
    Autor poeta
    Raimundo Nonato da Silva

    Brasil meu país querido
    Os teus filhos sofredores
    Como te também são vitimas
    Dos homens exploradores
    Que dizem serem teus filhos
    Leiloam-te e altos preços
    São políticos que te amam
    Com segundos inteiriços

    Um que quer ser deputado
    Outro quer ser senador
    Com segundas intenções
    Prefeito e governador
    Um briga pra não sair
    Outro briga pra entrar
    Tem alguém que mata ou morre
    Pra não perder o lugar

    Não é por amor a pátria
    É por amor ao dinheiro
    Que alguém se candidata
    E diz que é verdadeiro
    Se você voltar comigo
    Vou ajudar a nação
    E depois que o pilantra ganha
    Torna-se o pior ladrão

    E se passando por santo
    A gente vê imbecil
    Falso salvador da pátria
    Querer salvar o Brasil
    Depois que a mascara cai
    Só quem é cego não vê
    Que é um matando o outro
    Pra não perder o poder

    Abra os olhos meu Brasil
    Se cuide bem minha gente
    Veja a vida do político
    Quem é ou não transparente
    Tem milhares de ladrões
    Centenas de Alis babas
    E eu vejo muitos Judas
    Falando de BARRABÁS

    Tem político no Brasil
    Que só comete injustiça
    E leva o dinheiro publico
    Para os bancos da suíça
    Tem o político raposa
    Existe o político lobo
    E onde tem gato e rato
    Ouve-se falar em roubo

    Não falo todos os políticos
    Digo noventa por cento
    Que vota contra a pobreza
    Mas, vivem atrás de aumento.
    Se alguém achar ruim
    Esta minha opinião
    Ou tem culpa no cartório
    Ou gosta de mensalão

    Os chapeuzinhos vermelhos
    Cuidado os políticos lobos
    Que a colméia estar cheias
    Atrás de eleitores bobos
    Por isso aconselho os filhos
    Os maridos e as esposas
    Cuidado muito cuidado
    Com as tocas das raposas

  5. A criação atual
    Autor poeta
    Raimundo Nonato da Silva

    Hoje a criação do mundo
    Nem um pouco me atrai
    O pai não tem ordem pro filho
    Filho não respeita pai
    Neste mundo desigual
    Esta falta de moral
    Não sei ate aonde vai

    Muitos pais irresponsáveis
    Filhos desobedientes
    Na podridão dos pecados
    Todos se tornam doentes
    Não é sensacionalismo
    Eu vejo um profundo abismo
    Tragando os adolescentes

    Vejo meninos indolentes
    Acoitados pelos pais
    Que por serem irresponsáveis
    Estavam perdendo a paz
    E os filhos mal educados
    Por serem maus ensinados
    Tornaram se marginais

    Tanto filhos como os pais
    Ninguém mais tinha respeito
    Foi triste vê o errado
    Não respeitarem o direito
    Daqueles que respeitavam
    No mundo futuro estava
    Vivendo de todo jeito

    Vi uma mãe com desdém
    E o pai envergonhado
    Porque não educou bem
    O seu filho no passado
    Disse o culpado sou eu
    E no futuro colheu
    O mal que foi semeado

    Ouvi mais de um pai de família
    Dizer que era assassino
    Porque não teve moral
    Para educar seu menino
    Não matou fisicamente
    Porem espiritualmente
    Matou o seu pequenino

    Nunca pensei que o mundo
    Se acanalhasse assim
    Tem pai que não acha bom
    Se alguém diz seu filho é ruim
    E neste mundo sem brilho
    Vejo o pai criar o filho
    Como Adão criou Caim

    Obediência se foi
    Moral sofreu um declínio
    Quem tinha domínio próprio
    Estar perdendo o domínio
    Talvez a Deus não obedeça
    Até prego tem cabeça
    Mais não tem raciocínio

    Desculpe-me a expressão
    Mas, isso não justifica.
    Até o nome de namoro
    Já mudaram para fica
    E fica acabando o nome
    E o fica acabando o nome
    Da moça pobre e rica

    Não gosto de palavrão
    Mais no mundo de agora
    Tem mocinhas que não pensam
    Eu conheço até senhora
    Que vive pulando a cerca
    De casa pra comer fora

  6. Casal homem e mulher
    Autor poeta
    Raimundo nonato da silva

    Deus quando formou o mundo
    Primeiro o homem compôs
    E da costela do homem
    Deus fez a mulher depois
    E o mundo só é bonito
    Porque Deus os fez os dois

    A mulher é muito bela
    Na maneira de amar
    Se o homem for valente
    Só ela sabe amansar
    Homem que quer ser mulher
    Já mais vai lhe imitar

    Pra quem gosta de mulher
    Felicidade eu desejo
    Ao invés de bater nela
    Dê um abraço e um beijo
    Porque a beleza dela
    Em outra coisa eu não vejo

    Se todo mundo morresse
    E ficasse só eu no mundo
    Se Deus fizesse outra Eva
    Da costela de Raimundo
    Já que não fui o primeiro
    Seria o Adão segundo

    A mulher lava e cozinha
    Faz tudo de forma bela
    Cuida da casa e do esposo
    Educa os filhos e zela
    Inda tem cabra safado
    Que bate e agride ela

    Nós respeitamos o homem
    Do homossexualismo
    E amamos a mulher
    Que pratica o lesbianismo
    Apenas não concordamos
    Com a pratica do sodomismo

    Homem que quer ser mulher
    Não faz uma coisa bela
    Tem vergonha de ser ele
    Esta querendo ser ela
    Por mais que transforme o corpo
    Não assume o lugar dela

    Sodomismo não é doença
    Revela a biologia
    Nem a ciência concorda
    E nem a teologia
    Esta pratica diabólica
    Tem que se acabar um dia

    Homem e mulher geram e criam
    Os filhos que os dois desejam
    Dois homens já mais conseguem
    Fazer o que os dois almejam
    Bem certo estar o ditado
    Dois bicudos não se beijam

    Se dois homens se desejam
    É um mau o comportamento
    E se de um homem com outro
    Alguém fizer casamento
    É formado no papel
    Mais não no entendimento

    Vamos zelar as mulheres
    Honrem nossas companheiras
    Todo tipo e toda cor
    Trate com boas maneiras
    Respeite as do mundo todo
    E as nossas brasileiras

    Homem que quer ser mulher
    Com Deus nunca vai ter vez
    Esta desfazendo em si
    Aquilo que Jesus fez
    Na verdade teológica
    Que eu digo pra vocês

    Este Deus que tudo fez
    Fez homem mulher e mais.
    Deu dois órgãos diferentes
    Chamados de genitais
    E o homem quer desfazer
    O que meu Deus fez e faz

    Quem desfaz o que Deus faz
    Não tem boa recompensa
    Ninguém venha me dizer
    Que moda e vicio é doença
    Tudo que é contra Deus
    Nós não podemos dar crença

    A mulher é a oitava
    Maravilha deste mundo
    Quem bater nela é bandido
    Criminoso e vagabundo
    Se vocês não gostam delas
    Podem deixar pra Raimundo

    Sonetos de
    Raimundo nonato da Silva

    Sei que o céu não é meu
    Mas estou bem informado
    Que no céu do Galileu
    Não entra afeminado

    Tudo que a bíblia diz
    Eu quero dizer aqui
    Se você quer ser feliz
    Se converta travesti

    Se arrependa sapatão
    Bote Deus no coração
    Saia do lesbianismo

    A bíblia é sertã em falar
    Que no céu não pode entrar
    Quem pratica o sodomismo

    Respeite as mulheres jovens
    A idosa e a velhinha
    Como respeita a senhora
    Respeite a mais novinha
    Saiba que a dona do lar
    Tem o titulo de rainha
    Tem a mulher nota dez
    A nota cem e a mil
    No dia oito de março
    Antes do mês de abril
    É o dia das mulheres
    Do mundo todo e o Brasil

    Bonito é ele ser ele
    E lindo é ela ser ela
    Ela é a banda dele
    Ele é a metade dela
    Nem ela pode ser ele
    Nem ele pode ser ela

    Soneto

    Depois que deus fez Adão
    Fez Eva e pôs do seu lado
    Não fez outra mulher não
    Que Deus não faz nada errado

    Dois machos não geram filhos
    Um com outro não produz
    Homem e mulher sim têm brilhos
    Os dois fazem e ela dar a luz

    Fez Eva de uma costela
    Foi dele que Deus a fez ela
    E da terra Adão é pó

    Porem Eva com Adão
    Tornaram-se com razão
    Dois anéis no dedo só

    Nem todo aquele que é
    Às vezes parece ser
    Tem alguém que não parece
    E diz que é com prazer
    E quem parece não é
    Eu fico sem entender

    Mulher dos lábios corados
    Que tem a boca pequena
    Gosto muito e admiro
    Seja loira ou a morena
    Faz parte de um bom elenco
    E enfeita toda sena
    Minha homenagem à mulher
    Estou encerrando agora
    Eu defendo todas elas
    Todo dia e toda hora
    Por isso eu tiro o chapéu
    Pra senhorita e senhora

    A mulher é nossa mãe
    É filha irmã e neta
    É tia avó e esposa
    Colega amiga completa
    Musa miss enamorada
    E amante do poeta

    Ela é beldade é bonita
    É beleza é brilho é luz
    Pode ter os olhos pretos
    Castanhos verdes ou azuis
    Ela é uma imagem viva
    Feita por Deus e Jesus

    A mulher é meiga e doce
    Carinhosa e atraente
    Romântica e tem voz suave
    E sabe alegrar a gente
    Por isso Deus a fez ela
    Pra me não viver carente

    Alguém diz que em mulher
    Não se bate nem com uma flor
    Nem com dedo nem com a mão
    Pra ela não sentir dor
    Já eu só bato em mulher
    Se for uma surra de amor

    A mulher acaricia
    Faz tudo que o homem quer
    Eu dou o que ela gosta
    E quero o que ela der
    Seu fosse à morte eu matava
    Homem que bate em mulher

    Pra mulher não tem parelha
    É linda de cima abaixa
    Ainda tem cabra safado
    Que gosta de cambalacho
    Que deixa uma mulher linda
    Pra viver com outro macho

    Dentro de uma cela escura
    Sem comer e sem beber
    O juiz desta cidade
    Podia com seu poder
    Aplicar prisão perpetua
    Pra quem faz mulher sofrer

    Homem que bate em mulher
    Não sente amor nem paixão
    É mais do que animal
    É um monstro brutalhão
    E tem uma pedra dura
    No lugar do coração

    Quem ama não tem ciúme
    Nem mata a mulher nem briga
    Respeita e ama a esposa
    Namorada noiva ou amiga
    Se judiar com mulher
    A mão de deus lhe castiga

    Alei Maria da penha
    Não é uma lei aléia
    Mas, tem homem que confunde.
    A palavra penha com peia
    Mas, quem bater em mulher.
    Tem que ir para a cadeia

    Eu sei que não sou um anjo
    Nem sou um homem qualquer
    Eu sou um guerreiro forte
    No lugar que eu estiver
    Ninguém maltrata criança
    Nem idoso nem mulher

  7. Visão do futuro
    Autor poeta
    Raimundo Nonato da silva

    Ontem à noite eu fui dormir
    Tive uma triste visão
    Sonhei que o mundo estava
    Em plena destruição
    Como o sonho ruim existe
    Eu vi um furo triste
    Para nova geração

    Eu vi o mundo inseguro
    Numa vida bandoleira
    E droga sendo vendida
    Como banana na feira
    Por vê a corrupção
    Pedi a Deus compaixão
    Para a nação Brasileira

    O povo na corredeira
    Sem saber o que fazer
    Um queria se matar
    Outro queria morrer
    Achando a vida mesquinha
    No futuro ninguém tinha
    Nem vontade de viver

    Chorei batendo no peito
    Perguntando a Deus também
    Porque ninguém mais respeita
    O direito de alguém
    O tolo quer ser esperto
    O errado que ta certo
    Quando direito não tem

    Eu vi a droga matando
    E a juventude perdida
    A impunidade ganhando
    E a liberdade vencida
    A fé perdendo pra dor
    Paz esperança e amor
    Estavam no fim da vida

    Vi a prostituição
    E os desejos carnais
    O sexo feito ao livre
    Das maneiras mais brutais
    E vi as falsas paixões
    Dos que dizem foliões
    De jogos e carnavais

    Vi coisas abomináveis
    Do homossexualismo
    E uma mulher com outra
    Praticando o lesbianismo
    Coisa que não vale a pena
    Pois na bíblia Deus condena
    Quem pratica o sodomismo

    Vi o mundo no abismo
    E Deus dizendo me aguarde
    No dia do julgamento
    Ai daquele que é covarde
    Achei triste aquele lanço
    Não existia mais chance
    Pra quem se arrependeu tarde

    Vi muita gente chorando
    Por não ter se arrependido
    Cedo e agora tarde
    Diziam o choro é perdido
    Na tristeza que passava
    Tinha alguém que desejava
    Bem mais antes ter morrido

    Aceite Jesus amigo
    Deixe o mundo de pecado
    Estude a bíblia sagrada
    Aprenda a pura verdade
    Jesus estar lhe chamando
    Quem sabe hoje Deus ta lhe dando
    A ultima oportunidade

  8. Os passarinhos
    Poeta Raimundo Nonato da Silva

    Quem engaiola um canário
    Um Graúna ou um vem-vem
    Dê liberdade pro pássaro
    Olhe escute e veja bel
    Não faça do pássaro um réu
    Sem ele ofender ninguém

    Eu tenho pena de mais
    Quando vejo um passarinho
    No viveiro ou na gaiola
    Sem liberdade e sozinho
    Deus lhe fez para voar
    Pra cantar e ter um ninho

    A lua clareia a noite
    De dia o sal é aceso
    Mas quem prende um passarinho
    Na consciência tem peso
    Quem Deus fez para ser livre
    Não era para estar preso

    O passarinho parece
    Um cantador de viola
    O pássaro enfeita a floresta
    Com a sua cantarola
    Deus não gosta de quem prende
    O pássaro numa gaiola

    Se lembre que a floresta
    Tem o ar mais belo e puro
    Quem polui a natureza
    Espere que no futuro
    Deus vai cobrar sua conta
    Com correção e com juro

    Se a mata fosse minha
    O rio, o lago e a fonte.
    Talvez existisse hoje
    Verde colorindo o monte
    E todo mundo sonhava
    Com um bonito horizonte

    Se a mata fosse minha
    Eu zelava até de mais
    Mandava varrer a cama
    Onde dorme os animais
    Porque os brutos precisam
    Dormi na cama da paz

    Se a mata fosse minha
    Eu mandava alguém cercar
    Com uma grande muralha
    E manda eletrificar
    As paredes pra dar choque
    Em quem quer lhe devastar

    Não mate um sabiá
    E nem outro passarinho
    O cantador da floresta
    Só quer amor e carinho
    Não faz o mal pra ninguém
    Mas alguém destrói seu ninho

    Se a mata fosse minha
    Lá tinha alegria e festa
    Os animais tinham paz
    Pássaro fazia seresta
    E o homem sem coração
    Não devastava a floresta

    Se a mata fosse minha
    E se eu mandasse nela
    Se alguém pegasse um machado
    Pra cortar uma árvore bela
    Eu cortava os pés de quem
    Quer cortar a raiz dela

    Se a mata fosse minha
    Não seria devastada
    Ninguém destruía as árvores
    Não existia queimada
    Como a mata não é minha
    Eu não posso fazer nada

    Se a mata fosse minha
    O monte a montanha e a serra.
    Eu enfeitava o vergel
    E fazia um céu na terra
    Não tinha poluição
    E ninguém falava em guerra

    Todo mundo se acaba
    Porque tudo é ilusão
    Quem cortar a oiticica
    Do bebedor do pinhão
    É mesmo que ter cortado
    No meio o meu coração

    Na sombra da oiticica
    Mamou criança e bezerro
    Matar uma árvore daquela
    Seria mais que um erro
    Até quem derrubar ela
    Vai chorar triste no enterro

    Coisa de antiecológico
    Isso ai não justifica
    Se um dia alguém matar
    Aquela grande oiticica
    Destruiu um ponto histórico
    E matou uma sombra rica

    Tudo mundo se acaba
    Tudo no mundo se finda
    Quem matar a oiticica
    Que tem a sombra tão linda
    Tem o coração de monstro
    Não conheceu Deus ainda

    Não sei quem morre primeiro
    Se é a oiticica ou eu
    Mais se ela morrer primeiro
    Morre um pedaço meu
    E se alguém matar ela
    Pode crer que me ofendeu

    Eu vou pedir ao IBAMA
    E ao governo da nação
    Pra preservar a natura
    E dar muita proteção
    A minha amiga oiticica
    Do bebedor do pinhão

    O beija flor colibri
    Aproveita-se da rosa
    Beija uma flor e outro
    E escolhe a mais cheirosa
    Pelo o cheiro ele conhece
    A fragrância mais gostosa

    A tela da natureza
    Mostra o matagal ferido
    A nossa mãe morre aos poucos
    O mundo estar poluído
    Todos esperando a volta
    Do Messias prometido

    Há muitas tribos de índios
    Por este Brasil tão vago
    São vitimas dos homens maus
    Que fizeram grande estrago
    Nos campos da natureza
    Poluindo rio e lago

    O ar é indispensável
    Pra todos os seres do chão
    Pois do ar é que depende
    A nossa respiração
    Pela boca e o nariz
    Entra e sai do pulmão

    O ar ta na atmosfera
    E na água de beber
    No nosso corpo e nas plantas
    Dá pra gente perceber
    É invisível e sem ele
    Não há quem possa viver

    No solo se planta e cria
    Como fez os meus avós
    É indispensável aos seres
    Digo até em alta voz
    E nele cresce as plantas
    Que alimenta todos nós

    Faço uma pergunta aos homens
    Do mundo em todo lugar
    O que seria do homem
    Sem água árvores e o ar
    Só com as ganâncias deles
    Ninguém podia escapar

  9. Água que da vida a vida
    Autor poeta
    Raimundo Nonato da Silva

    Tem gente que estrói água
    Com esgoto e lava jato
    Ninguém faz economia
    E você oh homem ingrato
    Talvez um dia procure
    O que jogaste no mato

    Estão secando as jazidas
    Ela um dia se esgota
    Porque de onde se tira
    E a gente nunca bota
    Termina sentindo falta
    E vê que foi idiota

    A água doce ou salgada
    Quem poder herdar que herde
    Talvez o homem malvado
    A si mesmo se deserde
    Agente só sente falta
    Do que é bom quando perde

    Água que o bombeiro usa
    E apaga incêndio e chama
    Cria aves e animais
    Da vida a rosa e a rama
    A natureza deveria
    Algemar quem te derrama

    Água que desce das nuvens
    E cai no leito da terra
    Da vida as árvores e as flores
    Renova o verde da serra
    Apague o fogo das armas
    Que são usadas na guerra

    Água que enfeita os rios
    Os lagos e oceanos
    Regue todos vegetais
    Mate a cede dos humanos
    Água é fonte cristalina
    Dos poderes soberanos

    Manancial que transborda
    E faz verter água fria
    Água que hidrata a gente
    Transforma-se em energia
    Não vou te gastar de mais
    Pra não me faltar um dia

    A água que todos gastam
    Breve poderá faltar
    Ela serve pra beber
    Pra lavar e cozinhar
    É uma pena que os homens
    Não queiram lhe preservar

    Se eu fosse o presidente
    Fazia uma coisa boa
    Protegia mata e rio
    Ilha, mar, lago, e lagoa.
    E dava prisão perpetua
    Para quem gasta água a toa

    Como um poeta que estuda
    Eu aprendi meu rapaz
    O ar a água e o solo
    São recursos naturais
    Ela é quem da vida aos homens
    Animais e vegetais

    Eu queria ser a fonte
    Que tem água cristalina
    Pra brilhar igual a ouro
    Mesmo transparente e fina
    E também saciar a cede
    Dos pássaros lá da campina

    Já vejo fome e calor
    Muita água poluída
    Jardins e campos sem flores
    E a vegetação despida
    As árvores secas sem folhas
    E os homens sem escolhas
    Na natureza sem vida

  10. O mundo precisa de paz
    Autor poeta
    Raimundo Nonato da Silva

    Esse mundo triste
    Precisa de paz
    Sem álcool sem armas
    Crime nunca, mas,
    Sem haver assalto
    Estupro e terror
    Que a vida humana
    Seja respeitada
    Mesmo com motivo
    Não seja ceifada
    Respeite o seu próximo
    Que Deus é amor

    Quem semeia a fé
    Colhe a esperança
    Na vinha da vida
    Não existe matança
    Nem espancamento
    Ferindo ninguém
    Não existe droga
    Nem entorpecente
    O adulto ensina
    O menor ser gente
    E adulto aprende
    Ser gente também

    Se todos soubessem
    Que somos iguais
    Ninguém é de menos
    E nem é de mais
    E só mesmo Deus
    É superior
    Se todo país
    Fosse igualitário
    Ninguém mais brigava
    Pelo o necessário
    Ninguém se sentia
    Tão inferior

    Se a força política
    E os candidatos
    Olhassem os problemas
    Analisando os fatos
    Talvez ajudassem
    Algumas nações
    Judeus muçulmanos
    E o islamismo
    Talvez aceitassem
    O Cristianismo
    E a paz reinaria
    Em muitos corações

    Para que discórdia
    Si somos irmãos
    Olhem para os céus
    E levantem as mãos
    E peçam o respaldo
    Do Deus soberano
    Feliz da nação
    Que Deus é senhor
    Que se finde o ódio
    Que nasça o amor
    Que o mundo todo
    Seja todo humano

    Já chega de guerras
    Mísseis nucleares
    Que destroem a terra
    E poluem os ares
    Que viva o amor
    Que morra o conflito
    Nós queremos vê
    Em todos os países
    Velhos e crianças
    Sorrindo felizes
    E o mundo cheio
    De paz e bonito

  11. mathieu franssen junior disse:

    olá gostaria de saber se posso recadastrar ou comprar uma arma na loja e registrala em meu nome ja que estou respondendo um processo de lesão corporal seguida de morte.
    isso influencia em um registro de arma?

  12. Francisco de Assis disse:

    Fiz o recadastramento da minha arma pela internet no dia 29/12/ 2009 tenho quanto tempo para levar a documentação para PF para pegar o regiro definitivo.

  13. dayanemariasouzadossantos disse:

    orrível pôde!!!

  14. ´José Francisco De Vita Carvalho disse:

    Foi feito um cadastramento provisorio emsetembro de 2009,na Policia Federal em Campinas Est. de São Paulo:cujos códigos são os seguintes 213652124278140940 -213652143563382750 Fico no aguardo de uma resposta.Obrigado

  15. Edmar disse:

    Penso que todos que no inicio da campanha, que nos apressamos para fazer o registro da arma, e portanto ficar dentro da LEI, deveriamos receber o registro em nossa residência, e não ter de deslocar , como no meu caso 300 KM para pegar o registro.
    Mesmo que sejam enviados a cobrar! Atenciosamente.

  16. Walter Mazorca disse:

    Bom Dia. Gostaria de me informar se há nescessidade de me deslocar para Sorocaba, que é a policia federal mais perto de minha cidade, que é Itararé, sendo que ja fiz o recadastramento via Internet? Gostaria que me passace a relação de documentos que precisaria para que eu possa regularizar esta arma quetenho, sendo que tenho o registro naDelagacia de Policia de Itararé.

  17. Elias Maziero disse:

    Não localizei a ficha de recadastramento Via Internet, solicito informações como localizá-la

  18. fazendo o recadastramento via internet, como vou receber o novo registro, e se há necessidade de autenticar em algum Cartorio?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s