Queda no desemprego indica reação

A indústria mostra sinais de que volta a contratar, ajudando nos números gerais de desemprego em junho, que caiu para 8,1% de 8,8% em maio, segundo o IBGE. Para o gerente da pesquisa mensal de emprego do instituto, Cimar Azeredo, essa queda simboliza o primeiro ponto de inflexão da taxa no ano.

A queda na taxa resultou, sobretudo, do aumento na geração de empregos e da queda no número de desocupados de um mês para o outro. O rendimento médio real dos trabalhadores registrou queda de 0,3% em junho ante maio e subiu 3% ante junho de 2008.

O número de ocupados nas seis principais regiões do país aumentou 0,8% em junho em relação a maio, com a geração de 164 mil vagas. Em junho, havia 21,148 milhões de ocupados nas seis regiões pesquisadas. Ainda nessa comparação, o número de desocupados (sem trabalho e procurando emprego) caiu 8,3%, para 1,867 milhão.

A informação é do Monitor Mercantil

 

Sobre Osvaldo Bertolino

Jornalista, natural de Maringá — Noroeste do Paraná.
Esse post foi publicado em Crise financeira, economia, sindicalismo, trabalhadores e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s