Dívida interna sobe 3,74% e vai a R$ 1,321 trilhão

A dívida mobiliária federal interna aumentou 3,74% em junho, para R$ 1,321 trilhão, informou o Tesouro Nacional nesta quinta-feira. No mês, houve emissão líquida de R$ 35,05 bilhões e apropriação de juros no valor de R$ 11,52 bilhões.

A participação da dívida cambial no total, incluindo os contratos de swap, caiu para 0,84%, frente a 0,88% em maio. A parcela dos títulos prefixados – considerados melhores para o gerenciamento da dívida – aumentou para 31,74% ante 29,83% em maio. Os papeis atrelados à Selic caíram para 37,77% em junho frente a 39,3% no mês anterior.

A participação dos títulos corrigidos por índices de preços passou para 28,15%, ante 28,44% em maio. O estoque da dívida pública federal externa caiu 1,17% no mês passado, para R$ 112,73 bilhões.

Com agências

Sobre Osvaldo Bertolino

Jornalista, natural de Maringá — Noroeste do Paraná.
Esse post foi publicado em economia e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s