Uribe expressa simpatia por governo fascista de Micheletti, diz “chanceler”

O presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, expressou sua “simpatia” pelo governo fascista de Roberto Micheletti em Honduras, disse à emissora La FM o “chanceler” hondurenho, Carlos López, que na segunda-feira passada se reuniu com o presidente colombiano em Bogotá.

López confirmou a essa emissora o encontro e acrescentou que Uribe expressou “simpatia” pelo governo golpista.

“O tema principal” que foi tratado com o governante colombiano “foi a situação com Honduras, a situação interna que estamos vivendo” por causa do golpe militar que tirou Zelaya do poder, disse López.

Além disso, o “chanceler” fascista afirmou que decidiu ir à Colômbia porque, segundo ele, as duas nações são “vítimas de agressores externos comuns, como (o presidente da Venezuela), Hugo Chávez”.

Segundo López, o encontro com Uribe aconteceu na segunda-feira à noite, em Bogotá, e teve a participação de outros sete delegados do governo golpistade.

O governo colombiano não emitiu até agora nenhuma declaração confirmando ou desmentindo essa reunião.

Com agências

 

Sobre Osvaldo Bertolino

Jornalista, natural de Maringá — Noroeste do Paraná.
Esse post foi publicado em América Latina e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s