URSS: fatos que você certamente deveria saber

Do blog Historiadores Brasileiros

Extraído da Northstar Compass de janeiro de 2003

O autor grego de Crônica da queda do Socialismo, Lambros Malamas, tem agora 76 anos, mas ainda é o escritor mais prolífico na Grécia, depois de ter escrito 94 livros, ele é um leninista-stalinista dedicado. Ele é também o editor da revista trimestral grega intitulada “Espírito Grego”. Na página 183, Malamas cita uma passagem do livro de Kozlov, antigo secretário do CC do PCUS.

“Nikita Khrushchev cometeu os seguintes atos de traição contra o PCUS de 5 de março de 1953 (quando Stalin morreu) à 1953 de setembro:

* Ele expeliu do PCUS 98% de suas dedicadas estruturas bolcheviques

* Ele expeliu da Segurança Estatal KGB/MVD 96.5% de suas estruturas

* Ele expeliu do Exército Vermelho Soviético 93% de suas estruturas de oficiais do topo (inclusive Força Aérea e Marinha)1

* Ele expeliu dos sindicatos soviéticos 51% de sua liderança de topo

* Ele expeliu de todo o estado soviético, administração, ministérios, conselhos etc, 74% de suas estruturas

Todos aqueles que Khrushchev e sua gangue expeliram, foram substituídos pelos seus escolhidos e dedicaram-se à Khrushchev por causa da liberação deles/delas – 1,484,758 traidores da URSS que estavam executando sentenças por atos traiçoeiros durante a Grande Guerra Patriótica e foram capturadas durante a guerra pelo Exército Vermelho, indo servir na prisão e campos de trabalho. Haviam 839,084 mulheres e 655,674 homens.

Estes são dados de arquivos da NKVD/KGB.

Assim o PCUS, só 7 meses depois da morte de J.V. Stalin, tinha sido transformado em um cadáver vivo.

Após o crescimento astronômico da economia soviética antes de 25% durante o I Plano Qüinqüenal, e 19% durante o II Plano Qüinqüenal, a economia mergulhou a 0% crescimento, a URSS desmoronou, desmembradas por forças internas e externas, junto com socialismo durante o período posterior à 1953.

Aqui está o desarranjo dos traidores e colaboradores com fascistas alemães providenciados pelos arquivos da NKVD/KGB:

Chechenos / Ingushes

400,478

Karachai

60,139

Balkários

42,817

Calmúquios

81,673

Gregos e Búlgaros

193,959

Alemães

774,178

Alemães mobilizados

121,459

Ajudantes de alemães

3,185

Kulaks anteriores

577,121

Traidores ucranianos

29,351

Seita Cristã Istina

1,212

Traidores lituanos

5,426

Vlasovistas

95,386

Repúblicas Nazistas Bálticas

140,000

Anteriormente 589,979 foram condenados aos campos de trabalho. Fora estes, 334,536 foram condenados à traição, os restantes foram exilados.”

1 – O General da aviação Vassili Stalin, filho de Iósif Stalin, foi despromovido da patente de General para a de Major. Os oficiais do Exército Vermelho da era revisionista negavam-se a promover as gerações de Stalin que serviam na URSS.(Nota do Tradutor)

Traduzido por Cristiano Alves

 

Sobre Osvaldo Bertolino

Jornalista, natural de Maringá — Noroeste do Paraná.
Esse post foi publicado em história, revolução, Vídeo e marcado , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para URSS: fatos que você certamente deveria saber

  1. Anti-Comunista disse:

    Pensei que este blog falaria a verdade, que Stalin foi um dos maiores assassinos da história,mas não, é só mais um blog comunista.

    A verdade está aqui:

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s