Repórteres Sem Fronteira (RSF) ataca medida democratizante do governo da Venezuela

A desmoralizada organização direitista Repórteres Sem Fronteira (RSF) volta a atacar a democratização da informação na Venezuela.

Aliada da direita norte-americana e das máfias cubanas de extrema direita instaladas em Miami, a organização agrediu as recentes medidas do governo da Venezuela contra a mídia fascista do país.

Em nota, a desmoralizada entidade de direita critica a ameaça de suspensão das golpistas TV Globovisión e da Rádio Caracas Television (RCTV).

“Espera o governo bolivariano que sua política traga unanimidade pondo travas ou censurando uma imprensa insuficientemente dócil? As leis que um governo muda para impor o que considera a única verdade possível é apenas ferramenta de uma cruzada midiática. Exigimos que o governo suspenda umas medidas contrárias aos principais constitucionais fundamentais e a jurisprudência interamericana em matéria de liberdade de expressão”, disse a RSF, citando, sem lembrar o papel nefasto dessas organizações que atentam contra a democracia e a liberdade de expressão.

Recentemente o governo da Venezuela anunciou que tomará medidas legais contra algumas empresas de comunicação do país que promovem terrorismo midiático contra o poder público e o povo venezuelano.

Com agências

 

Sobre Osvaldo Bertolino

Jornalista, natural de Maringá — Noroeste do Paraná.
Esse post foi publicado em mídia, Venezuela e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s