Canção de Maringá: De onde veio a inspiração para o poeta?

Por Onaldo Rocha de Queiroga, no blog Notícias de Pombal

Sabemos que ouvir uma boa música é algo indescritivelmente salutar. Mas, o interessante, além de ouvir, é também ter ciência de como foi que aquela obra brotou no mundo musical. Fica sempre aquela curiosidade: De onde veio a inspiração para o poeta lapidar aquela tão bela canção?

Quando ouvimos a música Maringá, de autoria de Joubert de Carvalho, logo pensamos que essa obra prima da música brasileira surgiu para homenagear a cidade de Maringá, situada no Paraná. Muitos escutam a música, mas como não prestam a atenção devida à letra, terminam por não perceberem qual é sua verdadeira mensagem.

Nada melhor do que o próprio autor, Joubert de Carvalho para nos dizer de onde veio a inspiração para compor tão cativante música. Entrevistado por J.C. Botezeli, o conhecido Pelão, num programa realizado pelo SESC/São Paulo, Joubert revela toda sua inspiração.

Ele Contou que, de 1930 para 1931, manifestou ao oficial de gabinete Jânio Távora a sua vontade de conhecer o Ministro José Américo de Almeida. Joubert era médico e tinha a pretensão de conseguir uma colocação funcional no Instituto Marítimo.

Jânio, sabedor que Zé Américo também queria conhecer Joubert, tratou de levá-lo até a residência do médico/compositor, o qual chegou acompanhado de todo seu staff.

Ficaram até de madrugada. Todos ouvindo Joubert tocar o seu piano e cantar as suas músicas. No dia seguinte, como acertado, Joubert dirigiu-se ao gabinete de Zé Américo. Lá foi recebido pelo oficial de gabinete, Doutor Rui Carneiro. Sim, o nosso saudoso Senador. Na ocasião, Rui disse a Joubert: “Por que você não faz uma canção falando da seca do Nordeste? Zé Américo está construindo açudes na Paraíba”.

Nessa hora, funcionou o ouvido interno de Joubert, fazendo o roteiro emergir de seu pensamento. E aí começou o diálogo entre Joubert e Rui. Joubert, indagou: “Onde nasceu Zé Américo? Rui, respondeu: Em Areia. Joubert, retrucou: É está meio ruim para rimar. E você Rui, onde nasceu? Em Pombal.

Joubert exclamou: Pombal. Está ótimo! E de repente, Joubert começou a cantar: “antigamente uma alegria sem igual dominava aquela gente da cidade de Pombal. Mas veio a seca toda chuva foi-se embora, só restando então as águas dos meus olhos quando choram”.

E continou: “Diga-me um município lá da Paraíba onde a seca foi muito braba”. Dentre alguns municípios, Rui citou o de Ingá. Foi ai que Joubert criou a personagem retirante “Maria do Ingá”. Mas Joubert percebeu que unindo Maria com Ingá, chegava a Maringá. Assim, surgiu a música Maringá. Como dizia Joubert: “Isso foi tudo ali na sala de espera do gabinete de José Américo de Almeida”.

Sobre Osvaldo Bertolino

Jornalista, natural de Maringá — Noroeste do Paraná.
Esse post foi publicado em Cultura, história, Maringá, Vídeo e marcado , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Canção de Maringá: De onde veio a inspiração para o poeta?

  1. Erica Mary disse:

    Muito interessante e esclarece as dúvidas.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s