PCdoB condena práticas carlistas e defende Wagner na Câmara Federal

Do blog Todos pela Bahia

Durante pronunciamento nesta terça-feira (14) na Câmara dos Deputados, o líder do PCdoB na Casa, o deputado federal baiano Daniel Almeida, comentou sobre as declarações de Jaques Wagner a respeito do tratamento dispensado por supostos aliados do governo da Bahia quanto à gestão política. “O governador tem razão quando diz que encabeça um projeto administrativo e as pessoas que dele participam, a partir do convencimento sobre o seu conteúdo, devem ter lealdade; o que significa assumir os ônus e bônus”, destacou o parlamentar. “Aquele método de fazer política, se aproximando do poder apenas para subtrair vantagens, tem que ser superado”, arrematou. Recentemente, Wagner foi alvo de críticas, principalmente por parte dos parlamentares da Oposição (que acabaram chamando o governador de “desequilibrado”), ao afirmar publicamente durante entrega de ambulâncias no Centro Administrativo seu desgosto com relação à postura dos que procuram o governo em busca de algum apoio.

“Quando o governador diz que alguns entram no Gabinete, pedem coisas, fazem elogios e, quando fecham a porta, saem fazendo críticas, esse comportamento é incompatível com boas relações políticas e com a consolidação do processo democrático. Isso faz parte de um outro momento da história da política brasileira e baiana, onde as relações não eram de parceria, mas de subordinação, então o sujeito bajulava o chefe para ter beneficies”, pontuou. Para Daniel, o projeto político que tem Wagner à frente tem muito o que fazer para superar a herança dos governos carlistas e apenas dois anos e meio de governo. “A virtude desse posicionamento do governador é revelar a franqueza na manifestação de suas opiniões. Esse é o elemento diferenciador desse modelo de fazer política que a Bahia está vivendo. No passado, o dirigente de plantão não manifestava opinião; dava ordens e os outros obedeciam. Na democracia, o governante expressa sua opinião e as pessoas fazem análise daquilo que foi dito, manifestando concordância ou não”, completou.

Anúncios

Sobre Osvaldo Bertolino

Jornalista, natural de Maringá — Noroeste do Paraná.
Esse post foi publicado em Política e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s