Governo admite fim do fator previdenciário mas quer negociar alternativa

Do Blog do Rizzolo

Caso a Câmara dos Deputados aprove o Projeto de Lei nº 3.299/08 que extingue o fator previdenciário, de autoria do senador Paulo Paim (PT-RS), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai vetá-lo. A informação foi divulgada pelo relator da matéria, deputado federal Pepe Vargas (PT-RS), durante audiência pública da Comissão de Cidadania e Direitos Humanos (CCDH) da Assembleia Legislativa, que discutiu o tema, hoje (13) no Plenarinho da Casa. “O governo aceita discutir uma alternativa que garanta ganhos aos trabalhadores. Mas se a Câmara aprovar o projeto como ele veio do Senado, o presidente vai vetar”, adiantou Pepe.

Na abertura da audiência pública, o presidente da CCDH, deputado Dionilso Marcon (PT-RS), explicou que o objetivo do encontro é levantar subsídios para o trabalho do relator. “Para que o deputado Pepe Vargas possa levar as propostas das entidades gaúchas, a fim de contribuir em seu relatório final”, afirmou Marcon. O senador Paim elogiou a iniciativa de realizar a audiência e assegurou que nunca se debateu tanto a questão previdenciária como na atualidade.

Ele defendeu o fim do fator previdenciário, mas disse que ele deve vir junto com a fixação de reajuste aos aposentados e pensionistas com o mesmo índice do aumento do salário mínimo. Segundo Paim, o presidente Lula está empenhado em construir um consenso para que seja viável a conquista dos dois objetivos. “Ele tem o entendimento de que é possível termos uma política que garanta aumento real para os aposentados e pensionistas, e de que se deva rever o fator previdenciário”, garantiu Paim.

Menos pior

O deputado Pepe fez um relato histórico sobre as mudanças ocorridas desde 1998 no Regime Geral da Previdência. Ele ressaltou que, mesmo com todas as desigualdades e injustiças, o sistema brasileiro de seguridade social é o que tem a maior cobertura entre todos os países da América Latina. “Vivemos uma nova era de mudanças em que pretendemos conquistar ganhos para os trabalhadores”, assegurou.

Pepe informou que sua estratégia será manter o projeto o mais próximo possível da proposta original do senador Paim. Ele revelou que as discussões estão evoluindo para uma alternativa que contemple o fim do fator previdenciário e sua substituição por um mecanismo que some a idade e o tempo de contribuição do trabalhador para a concessão da aposentadoria. Pela proposta, a soma deveria atingir 95 anos para homens e 85 para mulheres. “Esta alternativa é menos pior do que o fator previdenciário”, avaliou Pepe.

A juíza federal Simone Barbisan Fortes, especialista em Direito Previdenciário, também defendeu o fim do fator previdenciário, mas alertou para o perigo de se trocá-lo pela instituição da idade mínima para aposentadoria. A magistrada também apontou a necessidade de haver uma regra de transição estabelecida em lei no caso de extinção do fator. “Se não, teremos uma enxurrada de ações na Justiça, por parte de quem se aposentou com a regra atual”, projetou Simone.

Pressão pelo fim do fator

As principais centrais sindicais e entidades representativas dos aposentados e pensionistas se manifestaram favoráveis ao PL 3.299/2008. Para o presidente da CUT-RS, Celso Woyciechowski, a extinção do fator previdenciário tem ligação direta com a qualidade de vida dos trabalhadores. “Será determinante para a classe trabalhadora. Por isso, continuaremos pressionando os governantes para que nenhum projeto que prejudique o trabalhador seja aprovado”, declarou.

O vice-presidente da Federação dos Trabalhadores Aposentados e Pensionistas dos RS, Iol Alves Medeiros, declarou que o momento é de todos se unirem para buscar uma proposta que atenda aos interesses dos trabalhadores. O presidente da UGT-RS –União Geral dos Trabalhadores, Paulo Barck, concordou que a hora é de unir forças. “Deixamos o trem passar em 1999, quando o fator foi criado, mas não vamos perder a oportunidade de mudar dessa vez”, conclamou.

Espera até agosto

Por fim, o senador Paim declarou que está disposto a negociar com o governo até o início do mês de agosto. Caso não haja um entendimento até lá, o petista disse que fará de tudo para aprovar seu projeto na Câmara. “Se não conseguirmos o consenso, vamos para o Plenário e que cada parlamentar vote conforme sua consciência”, sustentou Paim. O deputado estadual Nelson Härter (PMDB), coordenador da Frente Parlamentar em Defesa dos Aposentados e Pensionistas, elogiou a coerência do petista. “Precisamos de homens como o senhor: que mantenham a mesma postura na oposição e no governo”, discursou Härter.

Participaram da audiência o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ivar Pavan (PT-RS), os deputados estaduais Adão Villaverde, Daniel Bordignon e Raul Pont do PT, e Gilmar Sossella (PDT);os deputados federais Fernando Marroni (PT-RS) e Vilson Covatti (PP-RS); o presidente da Força Sindical-RS, Paulo Souto; o presidente da Central dos Trabalhadores do Brasil – CTB-RS, Guiomar Vidor; o coordenador da Intersindical, Rodrigo Fonseca; e representantes da Fetraf-Sul – Federação dos Trabalhadores da Agricultura Familiar da Região Sul, da Fetag – Federação dos Trabalhadores na Agricultura no RS, da Ajufergs – Associação do Juízes Federais do RS, do Sindisaúde, do Sindicato Nacional dos Aposentados, Pensionistas e Idosos da Força Sindical, do Fórum Sindical de Saúde do Trabalhador, da Federação dos Trabalhadores na Indústria da Alimentação, do Sindicato do Metalúrgicos de Canoas, do Sindicato dos Bancários de Horizontina e de Panambi, do Movimento da Mulheres Urbanas de Gravataí, do Aerus, do Semapi e do Fórum Virtual.

redenotícias

Rizzolo: É aquilo que eu sempre digo, toda notícia sobre esta questão, vem sempre acompanhada da firme disposição do governo em acabar com o fator previdenciário, contando que troque ” seis por meia dúzia”. E agora então, esta notícia vem acompanhada de uma ” sutil ameaça”. Vejam a frase de Pepe ” “O governo aceita discutir uma alternativa que garanta ganhos aos trabalhadores. Mas se a Câmara aprovar o projeto como ele veio do Senado, o presidente vai vetar”, adiantou Pepe.

Só pode ser uma brincadeira. O presidente Lula pouco está se importando com os aposentados, a ponto de como diz o texto, ” se a Câmara aprovar o projeto como ele veio do Senado, o presidente vai vetar”. Isso já é um recado de Pepe. Ou seja, ou é do jeito que ele quer ( Lula) ou nada. Uma vergonha mesmo. E outra, comparar a Previdência nossa com a da América Latina é amoral, é nivelar para o mais baixo nível. Porque o governo não compara com os países da Europa, ou os que tem o nosso PIB? Emprestar dinheiro para o FMI é chique não é ? Pobre dos aposentados do Brasil. Sempre enganados, e tomando na cara um ” menos pior “. É, são os que defendem o Sarney, e dão um tapa na cara dos aposentados.

Sobre Osvaldo Bertolino

Jornalista, natural de Maringá — Noroeste do Paraná.
Esse post foi publicado em Política, sindicalismo, trabalhadores e marcado , , , , . Guardar link permanente.

22 respostas para Governo admite fim do fator previdenciário mas quer negociar alternativa

  1. luiz carlos da costa disse:

    DR PAULO PAIM E PLPARABENS PELO SEU CARATER E LUTA A FAVOR DE QUEM COMEÇOU A TRABALHAR COM 14 ANOS DE IDADE COMO EU HJ COM 53 E 35 DE CONTRIBUIÇAO NAO CONSIGO ENCONTRAR EMPREGO TENHO UMA KOMBI DE CARRETO HJ VENHO ME ARRASTANDO PRA PAGAR EM DIA O INSS PELO QUE EU TENHO LIDO SUA LEI E A MELHOR QUE VAI DAR DIGNIDADE A MILHOES DE BRASILEIROS QUE TANTO TRABALHOU SO ESPERO QUE NAO SE APLIQUE O FATOR 85/95 QUE PIOR QUE FATOR PREVIDENCIARIO NAO SE ESQUEÇAM QUE TRABALHADOR E APOSENTADOS ESTAO UNIDOS NA HORA DE VOTAR O PL PROPOE AINDA COMO ALTERNATIVA AO FATOR PREVIDENCIARIO UMA FORMULA QUE DEFINE QUE O VALOR DA APOSENTADORIA SERA A MEDIA DOS ULTIMOS 36 SALARIOS DO SEGURADO PERCEBIDOS EM PERIODO QUE NAO ULTRAPASSE OS ULTIMOS 48 MESES AI SIM DR PAIM E UMA ALTERNATIVA PARA MILHOES E MILHOES DE CONTRIBUINTES QUE PAGA O MINIMO PASSARAM A PAGAR MAIS

    ademir gerber em 20/setembro/2009 as 3:10

  2. Fátima disse:

    Por que na hora de votar, todos são iguais, e se tratando de salários só quem tem mais direito são os mais favorecidos? Será que esses poderosos também tem um Deus diferente? Lem brem-se que eleição não ocorre só uma vez. Queremos justiça! Que o fim do fator previdenciário seja em breve!!!!

  3. Cácia disse:

    Essa do Pepe de 85/95 no meu caso é menos pior que o fator previdenciário.. que eu trabalhei 32 anos tinha 52 em 2007 quando aposentei, na do Pepe acho que perderia menos que na minha soma daria 84 anos.. e no fator que eu me aposentei perdi uns 40%…se não pagasse sobre o teto acho que iria ganhar salário minimo de tanto que perde com FP e eu sou revoltada com isso!!

  4. Cida disse:

    Gente, é inacreditável isto. Que país é este? Ou que políticos são esses. Nós, povão, precisamos ficar mais atentos na hora de colocar nossos representantes para administrar nosso país.
    E o Sr. Lula heim… Esqueceu dos “companheiros”.
    Ele deve estar satisfeito com a aposentadoria dele. Aliás, ele não precisa nem saber quanto pois não depende dela para viver. Queria ver se precisasse!
    Como eles gostam de torturar o povo. Devia votar logo e acabar com isso.

  5. migbelt disse:

    Para os poderosos que estão por cima, eles não têm noção de como nós seres humanos ficamos debilitados após encarar 30 ou 35 anos de trabalho encarando engarrafamento, chuva, sol, patrão envocado que manda voltar se chegarmos atrasados, marmita estragada da viagem longa, condução cheia e no caso das mulheres piora mais ainda que chegar em casa a noite vai para cozinha fazer a janta, limpar e arrumar a cozinha, passar pano úmido na casa toda para o filho alérgico não passar mal à noite, lavar e estender roupa, recolher a do varal que já está seca, dar banho no filho pequeno, dar janta, etc… Na averdade se a mulher já trabalhou 30 anos fora e a vida toda na faxina da casa, caso ele precise comprava idade + tempo de contribuição do jeito que eles querem na nova fórmula a mulher se aposentará caindo aos pedaços de tanto trabalhar. Tenham cosnciência a jornada da mulher é dupla e como eu que comecei trabalhar aos 15 anos para chegar na fórmula nova 85/95 já estarei toda ferrada e doente de tanto desgaste físico, mental e tortura nas conduções superlotadas com pisões nos pés e esmagamento para passar nos corredores dos micro ônibus… Tenham dó. Votem logo a coisa certa. Quem trabalhou 30 anos mulher e 35 homem tem que se aposentar com o que é de direito. Se a pessoa é mais nova que os demais que começaram a trabalhar mais tarde porque estavam por ai de boa vida, nós que já cumprimos a meta não podemos pagar por isso. Tratem todos de trabalhar 35 anos ou 30 para ver se é fácil. Quando em fiz 28 anos de trabalho meu organismo apresentou baixa imunidade, problemas de coluna cervical e lombar, refluxo no estômago , gastrite aguda, bactéria h pilorem e dos 28 anos de trabalho até agora que fiz 30 de trabalho é só de médico em médico fazendo exame e tomando um monte de remédios. Mas como ando, falo e respiro os peritos da previdência dizem que estou ótima e nem sequer me deram um mês para eu fazer fisioterapia, mesmo eu tendo contribuido por 30 anos e meio. Votem o certo. Usem a consciencia. Abraços – Liomar

  6. Ivan Ribeiro/RJ disse:

    A votação, na Câmara dos Deputados, para a derrubada do fator previdenciário e recomposição do salário dos aposentados (receber tantos salários mínimos quando da aposentadoria) deve ser voto aberto.Vamos ver quem é quem. Nada de aceitar qualquer coisa diferente da proposta do Sr. Senador PauloPaim
    Vem aí eleições 2010.

  7. Cácia disse:

    A juíza federal Simone Barbisan Fortes, especialista em Direito Previdenciário, também defendeu o fim do fator previdenciário, mas alertou para o perigo de se trocá-lo pela instituição da idade mínima para aposentadoria. A magistrada também apontou a necessidade de haver uma regra de transição estabelecida em lei no caso de extinção do fator. “Se não, teremos uma enxurrada de ações na Justiça, por parte de quem se aposentou com a regra atual”, projetou Simone.

    Vai ter mesmo, que o emprego da senhora e federal e a Lei é bem diferente, n tem fator.. n tem teto salarial, n perde emprego, trabalhou e cumpriu o tempo o salario é integral…Engraçado né… n tem crise aí no setor público p revindicar direitos… n falta dinheiro…tem q utilizar o mesmo sistema para o setor privado…

  8. valquiria pugliese disse:

    o congresso,assim como toda essa ratatuia da política, tem que criar vergonha na cara ,parar de auto-beneficiar-se e fazer o que o juramento deles indica, fazer o bem ao povo e não roubar o povo .E NÓS POVO,devemos fazer esse bando trabalhar ,pois são nossos empregados. Temos que iniciar uma campanha prá tirar os vampiros da nossa folha de pagamento.
    ENTÃO será que quem começou a trabalhar aos 17 anos de idade deve ser penalizado após trinta de contribuição…ou O VAGABUNDO que teve a oportunidade de começar aos 30 anos de idade a pegar no pesado deve ser mais valorizado…

    • Cácia disse:

      Amigo, os q estaõ começando agora.. deviam parar, e ir para bolsa família do governo até completar 30 anos…igual os ricos …descansar bastante p começar a vida profissional daí pra frente q aí a idade e o tempo na lei vigente n ia dar problemas p reclamar… esse negocio de começar trabalhar cedo vc trabalhou até mais q o tempo exigido e n tem a idade… então ou perde quase tdo…ou trabalha até morrer…

    • pedro disse:

      Coerente as colocações, mas parece que o POVO, gosta de sobreviver de ilusões e “Bolsas”, conforme comprovaram as últimas eleições. Esta é a Val que conheço?

  9. jose luiz disse:

    sr pepe vargas de merda, pare dizer que o bosta do lula vai vetar, seja mais homen e honre aquilo que voce carrega entre pernas.

  10. Antônio disse:

    Políticos, sérios e corruptos, tenham ao menos a dignidade de acabar com essa imoralidade (Fator Previdenciário). Não estamos pedido favor, é nosso direito constitucional nos aposentarmos com 35 anos de contribuição seja jovem ou velho. Façam alguma coisa para resolver essa situação e não enventem fórmulas para ludibriar a população.

  11. luiz 16.07.2009 EU GOSTARIA QUE ESTE POLITICOS DE MERDA GANHASSE POR UM SALARIO MINIMO PARA PASSSA UNS SEIS MESES,QUERIA VER SE IA PEDIR ESMOLA PRA SOBREVIVER.

  12. luiz EU GOSTARIA QUE ESTE POLITICOS DE MERDA GANHASSE POR UM SALARIO MINIMO PARA PASSSA UNS SEIS MESES,QUERIA VER SE IA PEDIR ESMOLA PRA SOBREVIVER.

  13. Luis Cláudio disse:

    Pelas concessões meu caro, a globo agora é governo, como antes, lembra que quando criaram esse maldito fator a globo colocava todo dia no jornal. É amigo estamos FFFF………

  14. Luis Cláudio disse:

    Olha esse pepe está fora da proxima eleição, pode crer, ele mesmo está se jogando no lixo com essa ideia de idade mínima, é claro, que querem dizer que não, mas isso é o mesmo que subjulgar minha inteligência, fui…..

  15. Osmar Luis Gajardo de Sousa disse:

    O próprio PEPE LEGAL Vargas diz que a proposta dele é menos pior para o trabalhador, ou seja quer trocar o 6 por meia dúzia, o pior pelo menos pior…. Que que é isso, quem contribuiu 35 anos para a previdência não merece no final da vida profissional receber um golpe do Fator Previdênciario FHC e agora o Fator PEPE 95/85. Apliquem estes fatores para os políticos. Aliás que meigo o LULA defendendo o SARNA SARNEY e abraçando o COLLOR Colorido, todos lá da região nordeste… PEPE siga o exemplo do Senador PAIM aqui do sul, não manche o nome dos Gaúchos com GETÚLIO VARGAS….

  16. SEBASTIÃO MORETTI FILHO disse:

    Negociar oque? Quer trocar 6 por meia dázia?

  17. Maria Lucia disse:

    tenho 47 anos e 32 anos de trabalho, comecei a trabalhar aos 14 anos.Sempre contrubuí com quase o teto máximo. Hoje ,se me aposentar ,receberei R$ 1500,00 . Estou em depressão . Nunca imaginei que os nossos governantes,as pessoas que elegemos e pagamos, muito bem, p/ nos defender, fossem criminosos. Porqueê ,no meu entender, pessoas que aprovam uma lei que acaba com a vida dos aposentados , são loucos ou criminosos.
    Hoje p/ puder continuar c/ os bens que adquiri na minha vida produtiva, tenho que continuar trabalhando, mesmo doente, e rezar p/ que esses loucos tenham um pouco de luz e acabem com o fator previdenciário.

  18. SONIA disse:

    quando vao aprovar o fim do fator previdenciario????

  19. SONIA disse:

    vra tudo em pistza. so tao enrrolando os aposentados e os que vao se aposentar

  20. Fabio disse:

    Por que a GLOBO não divulga essa proposta no JORNAL NACIONAL e diz que o Presidente SOZIA INÀCIO CARDOSO DA SILVA, irá vetar????

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s