Maestro Edward Downes e esposa morrem em clínica de suicídio assistido

BRITAIN OBIT DOWNESEdward Downes, 85 anos, um dos maestros mais respeitados do Reino Unido, e sua mulher, Joan, 74, uma coreógrafa e produtora de TV, morreram em uma clínica de suicídio assistido na Suíça, disse a família deles em comunicado nesta terça-feira (14), segundo o jornal The Guardian.

Os filhos do casal, Caractacus e Boudicca, contaram que eles “morreram pacificamente, e sob circunstâncias que eles mesmos escolheram”.

Nascido em Birmingham, na Inglaterra, Downes teve uma longa carreira de sucesso.

Ele conduziu a primeira performance no Sydney Opera House e também trabalhou com a filarmônica BBBc e na Royal Opera House em Londres.

Confira trechos do comunicado da família:

“Depois de 54 anos juntos e felizes, eles decidiram por acabar com a própria vida a lutar contra sérios problemas de saúde. Nosso pai, que aos 85 anos estava quase cego e cada vez mais surdo, teve uma longa, vigorosa e distinta carreira como maestro. Nossa mãe, que tinha 74 anos, começou a carreira como bailarina e, posteriormente, trabalhou como coreógrafa e produtora de TV, antes de dedicar os últimos anos de sua vida a trabalhar como assistente pessoal do nosso pai. Eles viveram uma vida plena e consideravam-se extremamente sortudos, tanto profissionalmente como pessoalmente”.

 

Sobre Osvaldo Bertolino

Jornalista, natural de Maringá — Noroeste do Paraná.
Esse post foi publicado em Variedades e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s