Emprego industrial tem 8ª queda mensal seguida em maio

O emprego na indústria brasileira teve queda de 0,5% em maio na comparação com abril, na série com ajuste sazonal, informou nesta sexta-feira o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Esta foi a oitava queda mensal seguida do indicador. Na comparação com o mesmo mês de 2008, o emprego no setor teve recuou de 6% – a maior queda desde o início da série histórica, em 2001.

Com o resultado de maio, o emprego industrial acumula queda de 4,7% e, em 12 meses, o recuo é de 1,1%. “Em relação a maio de 2008 (-6%), a queda foi generalizada, atingindo os quatorze locais e dezessete dos dezoito setores pesquisados”, informou o IBGE em nota.

O índice de média móvel trimestral – considerado menos volátil do que a comparação mensal – teve a sétima taxa negativa, de 0,7%, “porém com queda menos acentuada que nos meses anteriores”, destacou o levantamento.

O número de horas pagas na indústria também teve queda tanto na comparação com abril (-1,1%) quanto maio do ano passado (-6,7%). Já a folha de pagamento real avançou 1,9% em relação ao mês anterior e caiu 0,6% em relação ao mesmo período de 2008.

Com agências

 

Anúncios

Sobre Osvaldo Bertolino

Jornalista, natural de Maringá — Noroeste do Paraná.
Esse post foi publicado em Crise financeira, economia, sindicalismo, trabalhadores e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s