MST denuncia descaso do governo de PE

O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra divulgou nota nesta quinta-feira em Pernambuco acusando o governo do estado de negligência no que diz respeito à proteção de militantes do MST vítimas de violência.

O MST refere-se ao único sobrevivente da chacina no assentamento Chico Mendes e que prestou depoimento à polícia.

Ele é militante do MST, mas foi alvejado por acaso, segundo a polícia, porque ia passando no local no momento da confusão.

O MST protestou porque a testemunha não está recebendo nenhuma proteção da polícia.

“Depois de depor na polícia civil, ele foi deixado em casa semi-abandonada”, acusa a nota. A Secretaria de Defesa Social ainda não se manifestou sobre a acusação.

Com agências

 

Sobre Osvaldo Bertolino

Jornalista, natural de Maringá — Noroeste do Paraná.
Esse post foi publicado em sindicalismo, trabalhadores e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s