Governo da PB quer pressão da CUT e da CTB para que AL vote empréstimo

O secretário estadual de Finanças, Marcos Ubiratan, aproveitou um encontro que teve no final da tarde da segunda-feira (6) com representantes sindicais da Paraíba para pressionar a Assembleia Legislativa da Paraíba a votar o pedido de empréstimo feito pelo governador José Maranhão ao BNDES, que para ser liberado precisa da aprovação da Casa.

O encontro contou com o deputado estadual Rodrigo Soares (PT), com o presidente estadual da Central Única dos Trabalhadores na Paraíba (CUT-PB), Luís Silva, e com o presidente executivo da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil do Estado (CTB-PB), Geraldo Lima.

Na oportunidade, Ubiratan pediu o apoio das entidades sindicais para pressionar o legislativo estadual a votar o projeto.

O pedido surtiu efeito.

Luís Silva, presidente da CUT, anunciou logo após o encontro que os 102 sindicatos filiados à entidade serão mobilizados para sensibilizar os deputados estaduais a aprovarem o empréstimo.

Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria, Marcos Ubiratan explicou aos sindicalistas os projetos e as obras que serão contemplados com os recursos provenientes do empréstimo.

“A Paraíba poderá receber nessa transação R$ 191 milhões, mas para isto a Assembleia Legislativa deve votar a lei que autoriza o empréstimo”, destaca.

Já em campanha em prol do empréstimo, Luís Silva disse que ficou claro que o foco dos investimentos será na qualidade de vida da população paraibana, na medida em que o dinheiro serviria para a conclusão de hospitais, obras de saneamento básico, entre outras.

“Não entendemos como a mesa diretora não poderia colocar este projeto em votação”, destacou, acrescentando que será papel da CUT e da CTB informar a sociedade de forma clara sobre o que está acontecendo e assim pedir para todos pressionem os parlamentares e exigir a aprovação do empréstimo.

Luís Silva informou que a partir da terça-feira (7) a CUT vai mobilizar os 102 sindicatos filiados à entidade.

“Vamos propor uma entrevista coletiva para colocar a sociedade à par da situação. Também vamos às galerias da Assembléia com faixas e cartazes pedindo a aprovação do empréstimo”.

Já o deputado estadual Rodrigo Soares, que acompanhou a reunião como membro da Assembleia Legislativa, disse que o encontro foi importante.

“As mesmas informações encaminhadas ao Poder Legislativo pelo Governo do Estado foram repassadas às centrais sindicais, que viram que o empréstimo vai contemplar a geração de emprego e renda através da conclusão de obras”, comentou, ressaltando que a não aprovação do empréstimo só iria prejudicar a Paraíba.

“Espero que a Assembléia aprove o empréstimo na sessão da terça-feira (7), até mesmo porque ele foi colocado para ser apreciado em caráter de urgência urgentíssima”, acrescentou.

A informação é do Portal Paraíba1

 

Sobre Osvaldo Bertolino

Jornalista, natural de Maringá — Noroeste do Paraná.
Esse post foi publicado em Política, sindicalismo, trabalhadores e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s