Celebridades reivindicam de líderes do G-8 mais dinheiro para combater a fome

Atores, diretores de cinema, poetas, escritores, jornalistas e outras personalidades, entre elas os atores Kevin Spacey, Emma Thompson e Gael García Bernal, assinaram uma carta na qual reivindicam dos líderes do G-8 dinheiro suficiente para evitar que mais pessoas morram de fome.

A carta aberta foi enviada através da fundação ActionAid aproveitando a reunião dos líderes do G-8 esta semana, na Itália, e toma como ponto de referência uma trabalhadora de 40 anos do Vietnã, chamada Nguyen Thi Lanh, que, em consequência da crise econômica mundial, só come uma vez por dia, para poder manter seu filho na escola.

”Em nome de Lanh e de violes de outras pessoas que vão à noite para cama famintos, pedimos, exigimos, que os senhores enfrentem esta crise global tão moral e valentemente como Lanh enfrenta a sua crise pessoal. Isso quer dizer: cumprir sua promessa de bilhões de libras (esterlinas) para ajudar os países pobres mais afetados pela recessão”, diz a carta.

O grupo pede também que seja criado ”um novo e mais justo sistema financeiro.

”A crise econômica global foi criada pelos países ricos. Não há justificativa para permitam afundar as pessoas dos países pobres ainda mais na pobreza e agrave a fome. Os senhores têm a oportunidade de tornar o mundo um lugar mais justo”, assinalaram.

O grupo de 60 pessoas inclui também os atores Alan Rickman, Dustin Hoffman, Roger Moore, Viggo Mortensen e James Mcavoy; músicos como Peter Gabriel e David Gilmour; escritores como Irvine Welsh; e filósofos como Noam Chomsky.

O diretor da ActionAid na Inglaterra, Richard Miller, disse à imprensa que “é o momento de ajustar a jo en comunicado de prensa que ”es momento de ajustar a bússola moral do mundo” e que os líderes do G-8 designem os US$ 22 bilhões que prometeram para 2012 e, ”dessa forma, salvar 25 mil pessoas que morrem de fome diariamente” a nível global.

A cúpula do G-8 — integrado por Estados Unidos, Grã-Bretanha, França, Alemanha, Itália, Japão, Canadá e Rússia — começa nesta quarta-feira e se estende até sexta-feira. Também assistirão os governantes das economias emergentes do chamado Grupo dos Cinco (G-5), entre eles Brasil e México.

Com agências

 

Sobre Osvaldo Bertolino

Jornalista, natural de Maringá — Noroeste do Paraná.
Esse post foi publicado em Crise financeira e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s