Venezuela democratiza mídia e revoga concessão de 240 emissoras de rádio

O ministro de Obras Públicas e Habitação venezuelano, Diosdado Cabello, anunciou

que o governo retirará a concessão de 240 emissoras de rádio no país.

Cabello disse que a medida prevê a “recuperação por parte do Estado de todas concessões” mediante as que operam 86 rádios de frequência AM e 154 de frequência FM porque não entregaram documentos e atualizaram seus dados ante a Comissão Nacional de Telecomunicações (Conatel).

“Quem não tem e não está atualizando (seus dados), e não passou para a Conatel, agora assumirá sua responsabilidade”, afirmou o ministro.

O governo iniciou no mês passado um processo de atualização de dados das emissoras de rádio e TV baseado em uma lei que regulamenta o setor, e exigiu que todos os meios locais entregassem a documentação referida ao governo.

O prazo terminou em 23 de junho.

Atualmente, para enfrentar a mídia golpista o Estado mantém seis canais de televisão, incluindo a rede de alcance continental Telesur; circuitos de rádio de alcance nacional e um grupo de meios alternativos que inclui cerca de 600 emissoras de rádio comunitária e 72 de televisão.

Com agências

 

Anúncios

Sobre Osvaldo Bertolino

Jornalista, natural de Maringá — Noroeste do Paraná.
Esse post foi publicado em mídia, Venezuela e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s