Para obter independência é necessário construir o socialismo bolivariano

aaaaaachavez

Cada oficial recém ascendido da Força Armada Nacional Bolivariana (FANB) é um novo motor para seguir impulsionando a Revolução Socialista na Venezuela. 

Esta afirmação a fez o presidente Hugo Chávez no ato de ascenso dos oficiais de comando e assimilados da Força Armada Bolivariana, evento realizado na sexta-feira 03 de julho, no Pátio de Honor da Academia Milita Venezuelana, na cidade de Caracas, onde impôs presilhas e caponas aos militares que lograram os cargos de General de Divisão, Vice-Almirante, General de Brigada e Contra-Almirante, Coronel e Capitão de Navio.

Ao felicitar aos recém ascendidos, o Chefe de Estado lembrou que aquele 03 de julho de 1811 “um jovem Coronel chamado Simón Bolívar lançou seu primeiro discurso público, palavras que foram como um látego, convidando ao Congresso que se tinha instalado em 1810, a Sociedade Patriótica e ao povo de Caracas a fazer a revolução para alcançar a independência, porque a revolução é o caminho a independência é o objetivo supremo”.

“Há que lembrar aquelas palavras – insistiu o Comandante em Chefe da Força Armada Nacional Bolivariana – quando chamou ao pensamento unitário, desde então Bolívar começou a elaborar a formula para a vitória e quando começou a despejar a misteriosa incógnita da união”.

Trouxe a memória que o chamado bolivariano “não foi para nos cruzar de braços, era um chamado a união para impulsionar um processo revolucionário e liberador”.

“São estes códigos originários de nossos soldados, códigos originários da doutrina militar venezuelana que não pode ser outra que a doutrina bolivariana, antiimperialista, liberadora e revolucionária. Existe aí um código do pensamento que deve aninhar hoje mais que ontem no peito de cada soldado venezuelano”. Enfatizou.

“Atrevo-me a repetir o que disse Bolívar: Ponhamos sem temor a pedra fundamental da liberdade sul-americana, vacilar é nos perder”.

Insistiu em que “esse caminho é a revolução socialista: para obter a independência é imprescindível construir o socialismo bolivariano”.

O presidente Chávez assinalou que os soldados venezuelanos “são forjadores da Pátria socialista; lembro-lhes isto, sobre todo em estes momentos quando o mais ranço “gorilismo” das oligarquias apátridas tem brotado inesperadamente na irmã Pátria de Honduras”.

Na Venezuela, “cada militar recém ascedido é um novo motor para seguir impulsionando a revolução socialista na Venezuela, um novo motor moral, geopolítico, de consciência suprema do papel dos soldados junto ao povo”.

Compartiu com os militares venezuelanos “a alegria em esta noite e alço a minha voz de soldado para lhe pedir a Deus que derrame suas benções sobre todos, e para a República toda. Felicitações, que Deus os abençoe e os dirija pelo caminho da verdade, do bem, da Pátria, do povo, o caminho que temos retomado”.

“Sintam orgulhosos de serem soldados da Pátria de Bolívar e não esqueçam aquele mandato seu: – Sego a gloriosa carreira das armas só para lograr a honra que elas dão, para libertar a minha Pátria e para merecer as benções dos povos”.

Fonte: Rádio nacional da Venezuela

Sobre Osvaldo Bertolino

Jornalista, natural de Maringá — Noroeste do Paraná.
Esse post foi publicado em Venezuela e marcado , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Para obter independência é necessário construir o socialismo bolivariano

  1. Adilio disse:

    Viva o socialismo!!!!!!!!!!!!!
    É o único caminho para acabar com essa barbárie que acomete o povo brasileiro.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s