OEA suspende Honduras por deposição de presidente

A Organização dos Estados Americanos (OEA) decidiu, por unanimidade, suspender Honduras da entidade.  

A medida foi anunciada um dia antes da anunciada volta a Honduras do presidente deposto Manuel Zelaya, que chegará à capital Tegucigalpa neste domingo acompanhado da presidente da Argentina, Christina Kirchner, e do presidente do Equador, Rafael Corrêa.

A suspensão do país da OEA ocorreu diante da recusa do país centro-americano de reconduzir Zelaya à presidência, mesmo após uma tentativa de negociação por parte do secretário-geral da OEA, José Miguel Insulza, que esteve em Honduras no sábado.

A suspensão de Honduras da OEA tem efeito imediato, de acordo com a resolução aprentada neste sábado, durante uma sessão extraordinária da entidade.

O presidente hondurenho, Manuel Zelaya, disse que os fascistas de seu país são “Judas, que me beijaram no rosto, para, em seguida, realizar um forte golpe contra nosso país e nossa democracia”.

Ainda no sábado, o cardeal Óscar Rodriguez, líder da Igreja Católica hondurenha, havia pedido, em um pronunciamento feito à TV do país, que o presidente afastado não regressasse a Honduras, uma vez que isso poderia causar um “banho de sangue”.

Com agências

Anúncios

Sobre Osvaldo Bertolino

Jornalista, natural de Maringá — Noroeste do Paraná.
Esse post foi publicado em América Latina e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s