Governo cubano eleva salários de funcionários do setor da Educação

O governo cubano decretou um aumento salarial para os funcionários do setor da Educação devido à “responsabilidade social” que os professores e outros cargos da área possuem, informou nota oficial do Estado.

O comunicado ressaltou também que não são “aconselháveis” ajustes salariais em outros setores devido às “atuais condições financeiras” que o país enfrenta, atribuídas à crise econômica mundial.

“Apesar da complexa situação econômica e financeira que vive o país, o Comitê Executivo do Conselho de Ministros decidiu reconhecer o abnegado esforço dos trabalhadores do setor da Educação”, justificou a nota.

O ajuste, considerado “modesto” pelo governo, será aplicado no início do próximo ano letivo, que começa em setembro próximo, e oscilará entre 90 e 166 pesos cubanos, em média, paras as categorias docentes e não-docentes.

A divulgação oficial lembrou ainda que o presidente cubano, Raúl Castro, expôs em um discurso, em abril do ano passado, que a educação “é um campo significantemente estratégico para o presente e o futuro da Revolução”.

Também em 2008, Raúl alertou sobre a escassez de professores, especialmente em Havana, quando pediu que docentes aposentados e profissionais de outras áreas resolvessem esse déficit.

Com agências

 

Anúncios

Sobre Osvaldo Bertolino

Jornalista, natural de Maringá — Noroeste do Paraná.
Esse post foi publicado em Cuba, educação e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s