Araguaia: a dramática história de Bergson

aaaaaabergusion

A história de Bérgson Gurjão Farias é uma das mais dramáticas da guerrilha. Ele e outros quatro ativistas do PCdoB caíram numa emboscada preparada pelos paraquedistas logo no início do conflito. Segundo o Relatório Arroyo (…) Bérgson enfrentou sozinho a tropa para garantir que seus companheiros escapassem ao cerco. Na troca de tiros ele feriu gravemente o então capitão Álvaro de Souza Pinheiro — atualmente general e um dos ideólogos das Forças Armadas –, mas acabou encurralado pela tropa. Ferido, foi executado a golpes de baioneta, num dos episódios mais grotescos protagonizado pelos militares: varado de tiros e barbaramente massacrado, seu corpo foi levado para Xambioá e pendurado numa árvore próxima à delegacia para que a população e outros militantes presos (…). Nessa época, apesar de brutalidades pontuais, os militares tinham ordens expressas do Comando Militar do Planalto de identificar os guerrilheiros mortos e enterrá-los em locais conhecidos. Assim, em 1972, os corpos deveriam ser levados para Xambioá e enterrados no único cemitério da cidade.

Vasconcelo Quadros, no Jornal do Brasil, edição do dia 4 de abril de 2009

________

Após uma espera de 37 anos, a família de Bergson Gurjão Farias recebeu na tarde da terça-feira a noticia da identificação da ossada do guerrilheiro, desaparecido no confronto do Araguaia em 8 de maio de 1972.

A primeira a receber a notícia foi uma de suas irmãs, Tânia Gurjão Farias.

Dizendo-se ainda trêmula, ela não quis falar sobre o assunto.

A confirmação foi repassada pela secretária-executiva da Comissão de Mortos e Desaparecidos, Vera Rotta, que foi de Brasília para Fortaleza.

Segundo ela, “a conversa foi tranquila”.

A mãe de Bergson, Luiza Gurjão Farias, de 94 anos, também recebeu a notícia.

Bergson tem ainda outros dois irmãos — Ielnia, que mora nos Estados Unidos, e Gessiner Júnior, que reside em Brasília.

O pai, Gessiner Gurjão Farias, já faleceu.

Bergson foi morto às vésperas de completar 25 anos.

Segundo Vera, não havia nenhuma decisão dos familiares sobre funeral, acrescentando que a Secretaria dos Direitos Humanos, ligada à Presidência da República, coloca-se à disposição para o que precisarem.

O aguardo por um desfecho trouxe angústia e revolta à família ao longo de quase quatro décadas.

No dia 18 de abril passado, em artigo publicado no jornal O Povo, Ielnia, uma das irmãs, criticou o governo diante da notícia veiculada naqueles dias de que os possíveis restos mortais de seu irmão estariam “largados no armário de um anexo do Ministério da Justiça, entre dez esqueletos recolhidos na região em 1991, 1996 e 2001″.

Segundo escreveu, isso lhe parecia além de trágico, revoltante.

Ielnia também comentou sobre o sentimento da mãe sobre quando e como fariam o enterro “do nosso inesquecível guerreiro”.

Outros dois testes já haviam sido feitos na ossada, sendo um resultado negativo e outro inconcluso.

A confirmação da ossada X-2 como sendo a do guerrilheiro Bergson Gurjão Farias só foi possível graças ao avanço da tecnologia, segundo Vera Rotta.

A ossada batizada de X-2 foi retirada da região do Araguaia em 1996 pela Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara Federal e só encaminhada à Comissão de Mortos e Desaparecidos há cerca de dois anos e meio.

Quase na mesma época, foi iniciada a montagem de um banco de DNA de familiares de desaparecidos brasileiros.

Mas o sucesso da identificação depende essencialmente do avanço da tecnologia.

Há mais de dois anos a comissão mantinha contato com os familiares do guerrilheiro.

A informação é do portal O Globo

____

Leia também:

Bergson: herói do PCdoB e do povo brasileiro (aqui)

About these ads

2 Respostas para “Araguaia: a dramática história de Bergson

  1. Cada vez que vejo um filme ou leio algo sobre, fico estarrecida.
    quantas vidas foram ceifadas para que hoje, nós brasileiros vivamos
    em um pais democrático.
    QUANTO SOFRIMENTO PARA TANTAS FAMILIAS.
    EXISTE RESPOSTA??????????????????????????????????????????
    HELENA.

  2. e tudo muito triste ele foi um dos marteres para a conquista de um pais mais democratico e soberano viva o brasil viva essas pessoas que teve uma grande importancia para nosso pais chamado ( brasil)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s